Um homem suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas, identificado como Antônio Irinaldo de Lima conhecido como “Jacaré”, morreu em confronto com policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTO), durante uma operação conjunta do Ministério Público, Polícias Civil e Militar na cidade de Apodi na região Oeste Potiguar.

De acordo com as primeiras informações, durante o confronto um PM foi baleado na mão, mas passa bem sem risco de morte. A operação, batizada de Contenção III tem como objetivo de combater o tráfico de drogas naquela cidade. Ao todo, foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva e outros sete, de busca e apreensão.

Durante o cumprimento de um dos mandados, os policiais foram recebidos a bala. Houve revide e troca de tiros e no confronto o suspeito acabou sendo baleado e socorrido pelos PMs para o hospital da cidade, mas ele não resistiu. 

Além do tráfico de drogas, o grupo é investigado pelo cometimento dos crimes de posse e porte ilegal de armas de fogo, associação para o tráfico de drogas e associação criminosa. A operação, segundo o MPRN reforça a necessária atuação do Estado para reprimir o tráfico de drogas na região Oeste potiguar.  Um dos investigados é suspeito de continuar comandando o tráfico de drogas mesmo estando atualmente preso em uma unidade carcerária do Estado.

Ainda de acordo com o Ministério Público a ação é fruto de uma investigação das Promotorias de Justiça de Apodi, com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Delegacia de Policia Civil de Apodi, e foi iniciada após a ocorrência de diversos atos de violência na região. Todos os mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de Apodi.