O Tribunal do Juri Popular de Mossoró julga hoje, quinta feira 22 de julho de 2021, Raimundo Cleiton Ferreira da Silva, acusado de matar e depois queimar o corpo do taxista Antônio Arieudes Márcio de Menezes,  crime ocorrido  no dia 30 de abril de 2018, em uma estrada carroçável próximo ao Assentamento Sol Nascente, em Mossoró.

O taxista foi encontrado morto com o corpo carbonizado dentro de seus veículo incendiado. A Polícia Civil concluiu que o crime foi motivado por questões de dívidas. O réu estaria devendo dinheiro ao taxista e em face disse resolveu matá-lo. Ao ser preso pela equipe da Delegacia de Homicídios, Raimundo Cleiton negou o crime e disse que estava em um motel, no momento do fato.

O inquérito foi concluído e remetido a justiça e o Ministério Publico por sua vez, fez a denúncia contra o acusado, que será julgado hoje. O réu será defendido pelos advogados, Paulo Henrique Firmino Rocha e Carlos Alberto Firmino Filho. Na acusação atuará a promotora de justiça, Dra. Érica Canuto Veras. A presidência dos trabalhos ficarão a cargo do juiz Vagnos Kelly de Figueiredo.

O julgamento começa as 09h00min no auditório do Forum Municipal Silveira Martins, no Bairro Costa e Silva e o acesso será restrito ao judiciário, advogados de defesa, familiares do réu e Imprensa. O réu se encontra preso no sistema penitenciário estadual.